quinta-feira, 11 de agosto de 2016

Oleaginosas: como armazenar?

Este texto é mais uma contribuição da Nutricionista Lorena martins (CRN-9074) - lore.martins@hotmail.com. Será que você sabe como armazenar as oleaginosas? Vamos aprender!
Este é um grupo alimentar composto pelas castanhas, nozes, pistache, avelãs, dentre outras, que tem propriedades antioxidantes, sendo ricas em minerais, vitaminas e gorduras poli-insaturadas, dentre elas os ômega 3 (saiba mais sobre eles AQUI). Porém, muitas pessoas ainda se perguntam como deve ser o armazenamento correto para que durem por bastante tempo.

Antes de tudo, deve-se ter certo cuidado no momento em que for comprar o produto. Se for a granel, é necessário conhecer a procedência, além de ser em um local de confiança, pois é mais suscetível a mofo ou pequenos ovos de insetos. O ideal é compra-las embaladas, lembrando sempre de observar a validade do produto.

Quanto ao armazenamento, se comprada em saquinhos, é importante salientar que sejam retiradas dos mesmos, sendo colocadas em recipientes limpos, secos, preferencialmente de vidro e com fechamento hermético ou com rosca, bem vedado, para evitar o contato com o ar e entrada de insetos.

Por terem alto teor de gorduras e antioxidantes, as oleaginosas ficam sensíveis à temperatura ambiente, luminosidade, ou até em contato com o ar. Para evitar que haja perdas nutricionais e ranço proveniente da gordura, é ideal que sejam armazenadas sob refrigeração.


Estando refrigeradas, é possível também evitar a perda da umidade e o desenvolvimento de mofo. Em temperatura ambiente, podem durar duas semanas. Sob refrigeração podem durar meses. Lembre-se de sempre observar a cor e o sabor, pois colorações mais escuras podem indicar que já houve perdas nutricionais, não estando mais adequadas para o consumo.