terça-feira, 14 de junho de 2011

CELULITEEEEE!!!!!

Que escândalo é esse?

Celulite não é nenhum bicho de sete cabeças.

(Vou falar meio difícil agora, mas vai lendo que depois eu explico.)

Quando a camada de gordura da hipoderme (camada profunda da pele) tem seus adipócitos (células que acumulam gordura) muito expandidos pelo acúmulo de lipídios, há um comprometimento da circulação sanguínea nesta camada e hiperplasia do tecido conjuntivo, com congestão linfática e edema local. Isso leva ao acúmulo de toxinas e formação de nódulos de adipócitos, que se aderem às camadas superficiais da pele pelas fibras colágenas. Em resumo, efeito "casca de laranja", tristeza e dor local e no juízo.

Pois é.

Celulite é por aí.

Tem tratamento, viu?

Alimentação saudável, exercícios, drenagem linfática e um sem número de tratamentos locais e suplementos nutricionais levam a uma melhoria grande do quadro. Com determinação e a orientação correta, além de paciência, você se livra do problema.

Tá pensando que acabou?

Ainda não.

Na verdade, não é disso aí em cima que eu quero falar hoje.

Eu estou escrevendo para você, que já fez ou faz tudo isso: dorme e acorda cedo, se alimenta de folhas e proteína que nem um cágado, faz drenagem, Manthus, corrente russa, rádio-frequência, vai à missa, ao centro, ao terreiro, pede bênça a papai e mamãe e ainda faz caridade mas, incrivelmente, independentemente de todo esse esforço... NÃO RESOLVE ESSE DIABO DESSAS INSUPORTÁVEIS PRESENÇAS LARANJÁTICAS NAS SUAS COXAS E BUMBUM, pelo menos!

É isso mesmo! É contigo que eu quero falar, moça! Sabe qual é seu problema?!

Hein?!

HEIN?!

HEIN?!?!?!?!

Provavelmente você quase não tem celulite.

Não conseguiu ler não foi? Vou repetir então:

PROVAVELMENTE VOCÊ QUASE NÃO TEM CELULITE!

Larga essa faca... calma... abaixa essa arma... espera que eu vou explicar.

Eu sei que você se acha um poço de celulite, cheia de crateras nas pernas e com uma bunda que mais parece a superfície lunar e que nenhum homem vai querer olhar pra você (apesar de nenhum homem, realmente HOMEM, dar importância a isso) e que isso é terrível e que é culpa do refrigerante que você insiste em tomar porque está tããããããããão estressada e precisa desse agradinho pelo menos e que é que nem aquele chocolatezinho que você PRECISA comer depois do almoço porque senão não consegue trabalhar de tarde porque está de TPM (25 dias por mês???) e TEM QUE comer aquela tortinha depois do trabalho porque tá trabalhando muito e tãããããããããoooo estressadíssima e que merece tudo isso e fica difícil, com todo esse stress, ainda malhar, e você SÓ CORRE 1 HORA POR DIA NA ESTEIRA, E AINDA ÀS 4:30 DA MATINA!

Apesar de tudo isso, provavelmente seu problema é só má orientação no exercício. Acompanhe o raciocínio:

1. Você vê um monte de "celulites";
2. Abaixo do que você vê, está a hipoderme, com a gordura organizada alegremente em pequenos grumos, mas que não estão inflamados e seguem em frente, felizes e contentes;
3. Acontece que alguém te disse, e você acreditou, sem culpa por não estar informada desses detalhes, que correr tira celulite. Isso não é mentira, mas está incompleto;
4. O caso é que a corrida desenvolve a musculatura dos seus membros inferiores em um sentido mais alongado. Não é o melhor exercício para dar volume muscular;
5. Lembra que a gente tava, no passo 2, nos grumos de gordura felizes? Abaixo deles vem a gordura de reserva e, depois de mais uns detalhes, vem a musculatura. Se essa musculatura estivesse robusta e vistosa, comprimiria os outros tecidos para fora e daria um efeito de "alisamento" na pele pois, já que os grumos de gordura da hipoderme não estão inflamados, não há formação aberrante de tecido conjuntivo;
6. Portanto, você não tem excesso de gordura e celulites, moça. Tem sim é FALTA DE MÚSCULOS. Precisa de volume muscular. De MUSCULAÇÃO.

Isso invalida todo o resto? NÃO!

O mais comum é você apresentar uma mescla das duas situações: o mal inflamatório da HIDROLIPODISTROFIA GINÓIDE, também conhecida como celulite (ou, como dizem por aí, "mulher gostosa em Braile") e a falta de robustez muscular nos membros inferiores por talvez nunca ter dado a devida atenção à musculação.

Logicamente, você vai se beneficiar de todas as condutas terapêuticas para ambos os casos. Só não posso esquecer de dizer uma coisa: abordagem multidisciplinar é o segredo do sucesso. Nutricionista, Educador Físico, Esteticista e seu Médico que, com a abordagem Ortomolecular, pode acelerar todo o processo de melhoria estética e ganhos para sua saúde.



Vai lá! Lute e enxergue o que há de fato, além dos modismos e das convenções.