segunda-feira, 6 de junho de 2011

Não arranque seus cabelos!

Você acha que sua cabeça serve só pra usar cabelo?!

Sei que não, mas serve pra isso também.

Os cabelos fazem parte da sua imagem, da sua composição estética geral, e têm grande importância quando se quer ter uma aparência bonita e saudável.

Falo saudável por um motivo muito importante: cabelo de boa qualidade reflete um organismo com saúde equivalente e equilíbrio otimizado. Isso mesmo. O cabelo reflete sua saúde, principalmente a quantas anda sua nutrição.

E vejam que eu não estou falando sobre os tipos de cabelo. É um troço ultra-pessoal! Liso, crespo, reto, ondulado, cacheado, preto, loiro, branco ou o que for. Tô falando da qualidade mesmo. De como cada fio se apresenta diante do mundo. De como cada folículo (onde o fio nasce) está estruturando o fio. Tudo isso são funções biológicas, orgânicas, que dependem muito de como está o organismo por dentro.

Sua alimentação define a qualidade dos seus fios de cabelo e, se isso não estiver bom, nem o mais habilidoso cabeleireiro com a mais nova escova de placenta de canguru albino manco vão dar conta de resolver nada.

A estrutura do cabelo depende, mais especificamente, do aminoácido L-cisteína e de vitaminas como B5, B2, C e A e de minerais como zinco, manganês, cobre, silício, entre outras coisas. Tudo isso vem antes dos cuidados externos e você deve procurar seu médico ou nutricionista para te orientar sobre como introduzir, de forma racional e eficiente, estes nutrientes em sua alimentação ou, melhor ainda, na forma de suplementação. Esta micronutrição, bem aplicada, vai fazer maravilhas por seu cabelo e, além disso, melhorar pele e unhas também. Isto tudo feito, chegou o momento do seu cabeleireiro aplicar suas técnicas na parte externa, ou seja, diretamente nos fios, para fechar este ciclo e gerar o resultado final que te agrada.



Há também toda uma gama de questões hormonais, envolvendo tireóide, gônadas, supra-renais e outras coisinhas que só seu médico tem como avaliar e tratar.

Respeitando essas etapas, vai ficar tudo bem.

Então observe.

Se você fez alguma maluquice no cabelo ou passou pela mão de um profissional irresponsável que transformou sua cabeça em telhado de cabana de índio, segure a onda. Antes de ir a outro salão falar mal dele e pedir milagre, deixe um médico habituado a cuidar disso dar uma olhada no estrago e definir um roteiro para você cuidar do problema. Ele não vai substituir, de forma alguma, seu cabeleireiro, mas vai preparar o terreno para que ele possa cultivar direitinho seus preciosos fios.