terça-feira, 5 de abril de 2011

Depressão: cuidado com o rótulo.

Toda hora nós vemos referência a este termo: DEPRESSÃO. Hoje em dia é um negócio tremendamente comum alguém dizer "passei por tal situação e entrei em depressão", ou mesmo "sou uma pessoa depressiva". Estas afirmações costumam estar, na verdade, falando sobre estados de tristeza que podem ocorrer pelas mais variadas circunstâncias ou, até mesmo, servindo como fuga para pessoas que não conseguem (ou não querem) melhorar seu convívio social, ou mesmo familiar.

É isso aí. O rótulo pode ser útil. Nas mãos de quem sabe usá-lo desta maneira, vitimiza o locutor de tal maneira que o mesmo consegue a atenção que necessita para aplacar sua carência ou mesmo justifica seu afastamento de situações das quais não deseja participar seja pelo motivo que for. Ser um dito "depressivo" é "esconderijo" sim, pessoal, para muitos. Por isso é muito importante sabermos uma coisa: DEPRESSÃO é um diagnóstico psicopatológico e, portanto, só pode ser alcançado por profissional qualificado para tanto (psicólogo ou médico).

Nada garante, necessariamente, esta denominação de "depressivo" para qualquer pessoa se não houver um diagnóstico profissional. Nem histórico familiar, nem traumas, nem nada pode levar a esta certeza sem a avaliação da pessoa habilitada.

Vamos ficar atentos a isso e tomar cuidado para não cair nesta armadilha que nos é colocada por muitos que, mesmo que não percebam, tentam se aproveitar deste rótulo.

Mais importante ainda, e é agora que eu posso estar pegando no seu pé, vamos ficar mais atentos ainda e perceber se não estamos, NÓS MESMOS, NOS COLOCANDO DESTA MANEIRA. Acorda, galera! Muitas vezes nós podemos estar nos colocando justamente desta maneira pois, como já afirmei antes, pode ser útil. Quantas vezes nos vitimizamos, utilizando um fato supostamente "depressivo", para conseguir benefícios ou uma suposta paz em tempos de conflito? Vamos evitar este recurso que aleja a mente e nos tira do VERDADEIRO PROTAGONISMO da vida, que envolve enfrentamento e batalhas saudáveis no sentido do crescimento pessoal e da vitória diante das dificuldades. Vamos VIVER!

Se estiver sentindo muita dificuldade, busque ajuda. Dispomos, hoje em dia, de uma gama enorme de profissionais com as mais variadas abordagens para nos ajudar a recuperar esta capacidade de protagonizar a vida. Vamos olhar pra dentro! Não tenhamos medo de ver o que tem lá!