sexta-feira, 5 de agosto de 2011

CARNE VERMELHA

Finalmente: carne vermelha faz bem ou mal?

Aos que dizem que faz mal, simplesmente percebam que o ser humano é perfeitamente capacitado para consumir carne vermelha, branca ou da cor que quiser. É um animal predador, tendo ambos os olhos voltados para a frente. Tem dentes para todas as funções, desde lascar e cortar até triturar. Tem um aparelho digestivo totalmente capacitado para digerir e aproveitar a carne sem sobrar muitos resíduos. É adaptado para isso.

Nada disso invalida a importância dos vegetais na nossa alimentação. Isso é indiscutível. Eu só fico triste com esse preconceito com o bife. Coitado... Fica lá todo prontinho e suculento, pronto pra ser devorado, e alguém despreza? Quem desdenha quer comprar, viu?

Fora da brincadeira, a carne vermelha é rica em nutrientes. É fonte importantíssima de proteínas, ferro, selênio, zinco, fósforo, potássio, cobre... além de CARNOSINA.

Oxe! Que diabo é isso?

É uma substância presente em músculos e cérebro que, dentre outras coisas, auxilia o organismo no combate à glicação - processo que leva a inutilização de proteínas e enzimas do corpo, relacionado ao envelhecimento e ao surgimento de várias doenças. É um fator nutricional que ajuda seu corpo a manter-se jovem e funcional.

Parece bom né?

E é bom mesmo! Aproveite!

Sabe qual é o verdadeiro problema com a carne? O preparo.

Se você prepara sua carne de forma a ter bordinhas escurecidas e crocantes, com ou sem fuligem, tá procurando problemas. Aminas heterocíclicas e hidrocarbonetos impregnam aqueles cantinhos e o resto do seu apetitoso churrasco, aumentando seu risco de câncer de intestino. Veja só: grelhada também pode não ser legal. É só você deixar aquelas deliciosas marquinhas da grelha bem marcadinhas.

Carne tem que ser cozida e depois assada. Dá até pra fritar se você usar óleo novo, fervendo e fizer a imersão bem rapidinha (gasta um monte de óleo, mas tem que ser assim).

Não tô dizendo pra você nunca mais ir numa churrascaria! Nada de radicalismos. Eu quero é que você compreenda que carne vermelha é importante e precisa de cuidados para ser consumida. Mantenha a atenção mas lembre-se: prefira sua dieta COM ela.