sexta-feira, 19 de junho de 2015

Como se MODELA um CORPO?


Seu corpo é um conjunto de estruturas bastante complexo.
Pense assim. Em torno de um esqueleto, feito de ossos rígidos, estruturam-se diversos músculos


posicionados, de forma estratégica, para conectar e sustentar estes ossos. Além disso, utiliza-os como apoio e como "braços de guindaste" para manter tudo no lugar, bem sustentado e para executar movimentos, os mais variados. Entremeando tudo isso, há um monte de tecidos conectivos, tendões, vasos sanguíneos, órgãos e gordura, dispostos de maneiras variadas também, em uma organização maravilhosa que Deus montou direitinho pra ser habitada, temporariamente, por um ser humano.

Osso pesa bastante, músculos pesam muito, gordura não pesa tanto, os órgãos tem seus conteúdos fluidos ou não, variando mais ou menos de acordo com a natureza funcional de cada um. Tudo isso é dinâmico e fica modificando o tempo todo, todo dia, toda hora... É um balé complexo e divino.

Pensando desta forma e considerando os inúmeros tipos de células e tecidos do seu corpo e as incontáveis relações estabelecidas entre eles, eu te pergunto: será que uma simples medida de peso pode refletir o equilíbrio entre estas estruturas? É claro que NÃO! (Leia PELAMORDEDEUS, pare de se pesar!)


Além disso, será que simplesmente perder peso, ou até mesmo gordura, é o suficiente para te dar uma modelagem corporal adequada, estetica e funcionalmente. Repito em alto em bom tom: NÃÃÃOO!!!

Toda esta associação de estruturas musculares, ósseas e órgãos se relaciona e isto precisam ser levado em consideração quando pensamos em modelagem corporal. Perder gordura, onde ela não deva estar abundantemente, é sempre legal, mas precisamos ganhar massa muscular de acordo para que não fiquemos sofrendo com a flacidez ou, até mesmo, com a redução da capacidade funcional.

É isso mesmo. Você pode emagrecer TANTO que comprometa sua força muscular. Isso pode comprometer, até mesmo, sua postura, por redução da capacidade da musculatura acessória postural (são vários músculos, de vários tamanhos, trabalhando sem que você nem perceba direito). Músculo não é só "muque, bundão e coxão". Músculos são estruturas de trabalho, sustentação e regulação metabólica. São SUPER importantes e você vai sentir muita falta deles no futuro se não cultivá-los direito na juventude.

Você também pode ganhar tanta massa muscular que comprometa o posicionamento do seu corpo ao sentar ou deitar, por exemplo. Isso acontece com alguns treinamentos exagerados e regados a drogas usadas com finalidades questionáveis. Pense sempre que a musculatura precisa evoluir de forma harmônica, Um equilíbrio precisa ser respeitado. Sem isso, o tiro pode sair pela culatra e você pode ter resultados inestéticos ou, até mesmo, lesões de músculos, ossos e/ou tendões. Músculos trabalhados de forma equivocada podem interferir, inclusive, no funcionamento dos órgãos internos, trazendo consequências imprevisíveis.

A gordura, por sua vez, também é uma parte importante do seu corpo. A que fica logo abaixo da pele, por exemplo, tem função de controle térmico e contra choques mecânicos. Isso quer dizer que você NÃO DEVE ficar na neura, tentando SECAR tudo. Nada no seu corpo existe à toa. A gordura realmente ruim, que deve ser SEMPRE combatida, é a visceral, que fica entremeando as vísceras da cavidade abdominal e favorece inúmeras doenças e a manutenção da Síndrome Plurimetabólica que é, a rigor, uma relação entre pressão alta, dislipidemia, glicemia irregular e grande volume abdominal, com consequências terríveis para a saúde. O que mais combate gordura visceral é o controle da alimentação, procurando um índice glicêmico sempre mais baixo. Eu encontro isso nas tendências alimentares Low Carb, Paleo e Primal, mas qualquer nutricionista bem informado pode compor uma rotina nutricional adequada para que você fique bem com isso. Resumindo a idéia, preocupe-se em reduzir a circunferência do abdome muito mais do que diminuir seu peso.

Compilando as considerações, pra modelar direito um corpo a gente precisa de uma alimentação adequada, com exercícios físicos individualizados de acordo com nossos objetivos e nossa funcionalidade corporal, respeitando os limites do organismo e, com isso, nossa saúde. Só emagrecer ou só ganhar massa muscular não vão, necessariamente, favorecer essa "modelagem". Este trabalho é complexo e deve ser realizado, preferencialmente, por uma equipe de médico, nutricionista e educador físico, podendo ser regiamente complementada por fisioterapeuta, coach e psicólogo. Isto seria o ideal! Se não der pra fazer assim, tente ter pelo menos os 3 primeiros.

Trabalhando seu organismo, de forma equilibrada, o seu peso pode, ao invés de diminuir, AUMENTAR. E isso pode ser ÓTIMO, se for dentro de um equilíbrio adequado entre gordura e massa muscular. Pense nisso.

PARE DE SE PESAR.

VEJA SE AS ROUPAS ESTÃO FICANDO MAIS CONFORTÁVEIS OU FOLGADAS.

Equilibre-se. Você não vai ser vendido a peso.

Seu corpo é MUITO mais que isso.