sábado, 27 de junho de 2015

Você sabe o que é DEPRESSÃO?

Toda hora a gente vê alguém falando que está ou esteve em depressão. Quando não é assim, é falando que conhece alguém que está ou esteve. É gente pra caramba reclamando disso. É gente pra caramba sofrendo, direta ou indiratamente, por estes "rebaixamentos de humor".

Apesar desta enorme quantidade de pessoas queixosas, de si mesmos ou de outros, precisamos compreender o que é o distúrbio DEPRESSÃO e o que é um estado depressivo, pois são coisas muito diferentes. Quem tem a doença, costuma estar em estado depressivo mas, quem está em estado depressivo, não necessariamente tem a doença depressão.

O que quero dizer é simples. A perda de um ente querido e próximo, por exemplo, por mais que te entristeça ou "deprima", tende a te deixar em estado depressivo, não te enquadrando, necessariamente, no diagnóstico de depressão. É claro que um evento como este pode desencadear o desenvolvimento da patologia, mas isso não é regra. Costumamos entrar em estado depressivo, como consequência de eventos negativos, e ficamos neste estado por um tempo até que consigamos reordenar nossas mentes e atividades, reerguendo nosso humor e dando continuidade à vida. Os processos terapêuticos podem ser úteis, nos casos mais graves, mas medicamentos não costumam ser necessários.

O distúrbio denominado DEPRESSÃO é algo mais complexo e que, via de regra, não vai se "resolver" sozinho. Costuma ser um quadro mais longo onde, inclusive, podem haver alterações na própria capacidade do indivíduo produzir neurotransmissores cerebrais, fazendo com que o mesmo fique em estado de rebaixamento de humor mesmo que não hajam motivos diretos. Muitas vezes, quando há motivos, eles podem ser superlativamente interpretados e considerados, levando a reações muito maiores do que o estímulo que as desencadearam. A psicoterapia é FUNDAMENTAL para o tratamento deste distúrbio e pode ter seus resultados maximizados pelo uso de medicamentos adequados.

A melhor maneira de saber se você está passando por um momento depressivo ou se tem mesmo o distúrbio é passando por uma avaliação com psiquiatra ou psicólogo. Não tente se diagnosticar sozinho, pois fazer isso corretamente é praticamente impossível. Busque auxílio profissional se você está apresentando sintomas como os seguintes:

- tristeza profunda, com ou sem motivo aparente;
- dificuldade para dormir;
- alteração do apetite para mais ou para menos;
- alterações no comportamento sexual;
- falta de ânimo ou um cansaço quase incapacitante;
- choros aparentemente sem motivo;
- reações agressivas desproporcionais aos estímulos;
- negatividade exacerbada, pessimismo;
- incapacidade de sentir-se satisfeito;
- angústia;
- dores corporais sem causa aparente;
- medo ou insegurança aparentemente sem justificativa.

Se você está profundamente triste, por conta de algum acontecimento específico em sua vida, procure dialogar sobre isso, se possível, com um psicólogo. Esta é a melhor maneira de "processar" os acontecimentos e continuar caminhando adiante. Não se deixe "travar" e perder tempo apenas por não procurar uma ajuda. Aproveite pra dar uma lida neste outro post aqui.

Acredite no poder da mente humana, tanto para te fazer mal quanto para te fazer bem. Use isso a seu favor. Busque auxílio.

Sozinho você vai longe mas acompanhado você vai até onde puder sonhar.